Perguntas Frequentes

Tire as suas dúvidas

Por que o meu filho vive doente?

Crianças saudáveis podem ter em média 8 a 10 infecções respiratórias sem complicações por ano, principalmente nos primeiros anos de vida e de berçário/creche/escola. É comum ouvirmos: “Meu filho está tossindo há 3 meses”, mas dificilmente a tosse é diária e sem interrupções num período extenso. Você pode ajudar seu pediatra anotando os períodos (número de dias) com e sem sintomas e a intensidade deles. Com mais informações poderemos ajudar melhor!

Devo aplicar vacinas no meu filho?

Sim! Embora existam algumas diferenças nos calendários vacinais de um país para o outro, essa recomendação é internacional e universal. Se o seu filho deve ter uma boa imunidade para combater os vírus e as bactérias que ele terá contato ao longo da vida, porque uma vacina (que é um vírus inativado ou uma “parte” do vírus ou bactéria) poderia fazer algum mal? Pergunte ao seu pediatra sobre contraindicações específicas e possíveis efeitos colaterais. Algumas vacinas só estão disponíveis na rede particular, converse com seu pediatra sobre todas as opções e VACINE!

Posso sair com meu bebê antes de tomar vacinas?

É importante explicar que, mesmo com as primeiras vacinas, bebês menores de 3 meses são mais suscetíveis a infecções virais e bacterianas e podem fazer quadros mais graves. Além disso, não existe vacina para vários vírus que acometem crianças. Portanto, proteja o seu bebê do contato excessivo com outras pessoas e crianças. Você pode fazer passeios ao ar livre evitando lugares fechados, aglomerações e contato com outros adultos e crianças. Tire suas dúvidas com seu pediatra.

Dicas Importantes

Para ajudar você no dia a dia

Dica 1

Todo bebê, criança e adolescente precisa de rotina e limites, associe a isso muito amor e carinho que terá sucesso.

Dica 2

Ajude seus filhos a identificar e entender as emoções, precisamos desde o início ajudá-los a lidar com elas.

Dica 3

Cuidado com os excessos do mundo atual: informação, atividades, exames, medicamentos. Menos as vezes é mais!

Dica 4

Tenha um pediatra da sua confiança para dividir suas alegrias, questões e angústias!